top of page

Econ – Como o dólar afeta os brasileiros?

Dólar: você com certeza já ouviu falar sobre ele, e provavelmente sabe que essa é a principal moeda do mundo, mas você sabe o porquê disso, e como isso afeta a vida dos brasileiros? Vamos esclarecer essas dúvidas de uma vez por todas.

econ renda fixa


Por que o dólar é a moeda mais forte do mundo?


O dólar, como você já deve saber, é a moeda oficial dos EUA, e também é negociada no mundo inteiro, tanto para reservas internacionais, como em livre circulação em alguns países. Isso porque o dólar oferece mais segurança do que qualquer outra moeda, isso se deve ao fato da credibilidade que o dólar e os EUA adquiriram ao longo do tempo, fazendo com que outros países tenham mais aceitação pela sua moeda.


Por que o preço do dólar afeta tanto o Brasil?


Por causa da segurança que o dólar possui ele é utilizado para negociar diversos produtos no mundo inteiro, incluindo diversas commodities.


Diversas importações e exportações do Brasil são negociadas em dólar, e o preço do dólar afeta diretamente a receita das empresas que estão negociando os produtos. Para as empresas importadoras, que são as que compram produtos do exterior, a baixa do dólar é algo bom, pois elas precisam comprar o dólar e depois fazer a negociação, então quanto mais baixo o dólar estiver melhor, já para as empresas exportadoras, que são as que vendem produtos para o exterior, quanto maior estiver o preço do dólar melhor, pois elas recebem em dólar e depois o vendem.


Muitos dos produtos afetados são as famosas commodities, que são produtos que funcionam como matéria-prima, e possuem mesma qualidade e características. Ou seja, são iguais de local para local, e de produtor para produtor. São exemplos de commodities: trigo, milho, açúcar, óleo, minério de ferro, petróleo, gás natural, ouro, alumínio etc.



econ inflação


"Por algum motivo, as pessoas se baseiam nos preços e não nos valores. Preço é o que você paga. Valor é o que você leva." - Warren Buffet


Como o dólar afeta os investimentos no Brasil?


Ações: No caso de uma alta no dólar as empresas exportadoras tendem a se beneficiar, já que seus gastos em maioria são em reais e seus produtos são vendidos em dólar, ao venderem o dólar em um momento de alta elas obtém um lucro maior, e por terem um lucro maior a tendência é que suas ações se valorizem.


Caso tenhamos uma baixa no dólar as empresas importadoras conseguem ganhar com a situação, uma vez que seus gastos com a compra de produtos do exterior ficam mais baixos por consequência da baixa do dólar. Desta maneira empresas do setor de importação podem obter um lucro maior, assim podendo gerar uma valorização em suas ações.


Mas lembre-se que essa oscilação não é imediata, esses efeitos podem surgir alguns resultados depois, além de que grandes empresas costumam fazer hedge, que é uma proteção em derivativos para evitar perdas, desta maneira a oscilação que pode ser causada no preço das ações é bem menor.


BDR: Os BDRs (Brazilian Depositary Receipts), são valores mobiliários emitidos no Brasil que representam outro valor mobiliário emitido por empresas de capital aberto com sede no exterior. Estes ativos refletem a variação de preço das ações estrangeiras que estão atreladas, e além disso elas também sofrem com a variação cambial.


Caso ocorra uma baixa no dólar frente ao real, o preço dos BDRs tende a cair, e caso o dólar venha a subir a tendência é que o preços das BDRs suba.


Além disso o dólar pode influenciar em varias outros setores da nossa economia.



Ficou curioso? A gente entende!


Para aprender mais sobre este e outros assuntos relacionados ao mundo dos investimentos, cadastre-se no Ranking do Investidor e aprenda a investir do zero, sem colocar seu capital em risco!


Aprenda na prática com o Ranking do investidor, se cadastre e entre nesse mundo.


Abraço, investidores!


- Douglas Vieira

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page