Riscos do mercado financeiro

Atualizado: 20 de mar.

Se há uma palavra que todos temem ouvir quando se esta começando a investir esta palavra é ‘’risco’’, é sobre isso que vamos falar hoje.

Dentro do mercado financeiro esta é uma palavra muito falada, afinal de contas ninguém quer entrar de cabeça em um negócio sem entender os seus riscos primeiro.


Uma coisa que se deve entender é que o risco está diretamente relacionado com o retorno esperado da aplicação, quanto maior o risco que se corre mais se espera ganhar, afinal de contas, não faria sentido se arriscar mais por menos.


Principais tipos de Risco :


.Sistemático

.Não Sistemático

.Mercado

.Liquidez

.Crédito


Dica N.º 1 - Risco Sistemático


Este risco é a parte da volatilidade do ativo que tem sua origem em fatores comuns a todo mercado a todos os ativos do mercado.


Desta maneira o risco sistemático vai afetar todo mercado trazendo mais volatilidade para os ativos, um exemplo disso foi a pandemia do Covid-19, que afetou todo o mercado.



Dica N.º 2 - Risco Não Sistemático


Este risco é a parte da volatilidade do ativo que tem origem em uma característica especifica do ativo.


Ou seja, esse risco irá afetar apenas um grupo de ativos, por exemplo, a alta do petróleo pode afetar o preço da das ações da Petrobras, mas não vai afetar outras ações que não tenham a mesma característica que ela.



Dica N.º 3 - Risco de Mercado


Este risco nada mais é que a oscilação de preços, aplicado em commodities, ações, taxas de juros, câmbio etc.


Ao observar a oscilação de preços de uma ação você está olhando o risco de mercado.


"Risco vem de você não saber o que está fazendo" - Warren Buffet


Dica N.º 4 - Risco de Liquidez


Este risco se resume em quanto tempo um determinado ativo leva para se transformar em dinheiro liquido, então quanto mais tempo levar para o ativo se transformar em dinheiro maior é o risco de liquidez

.

Além disso, há também a possibilidade de ser necessário diminuir o valor de venda para conseguir transformar o ativo em dinheiro. Um exemplo disso é a venda de um imóvel, que costuma demorar mais para ser vendido, e pode ser necessário que baixar o preço do imóvel para se encontrar um comprador.


Dica N.º 5 - Risco de Crédito


Este risco aparece quando há a possibilidade de uma das partes não honrar seus pagamentos, um exemplo disso é quando uma pessoa investe em uma debênture, e no vencimento a empresa não tem como pagar oque deve para este investidor.

Ações não possuem risco de crédito.


Dica N.º 6 - O maior risco de todos


Pode parecer que investir é arriscado demais , mas mais arriscado que isso, é passar a vida inteira com uma única fonte de renda, esperando que apenas a aposentadoria do governo te sustente quando você mais vai precisar.


Se você quer aprender a como escapar deste risco, acesse o link abaixo e participe do Ranking do Investidor e aprenda na prática como o mercado funciona, e o melhor, sem correr nenhum risco.


Aprenda na prática com o Ranking do investidor, se cadastre e entre nesse mundo.


Link: https://rankingdoinvestidor.com.br/portal/sign-in.php


Abraço, investidores!


- Douglas Vieira

13 visualizações0 comentário