Como funciona os Dividendos e Juros Sobre Capital Próprio?

Atualizado: 20 de mar.

Dividendos são parcelas dos lucros de uma empresa de capital aberto que são pagos aos seus sócios "acionistas".

Desta forma se você possui ações ou cotas de algum FII (fundo de investimentos imobiliário) você tem direito a receber dividendos sempre que houver uma distribuição.


Dica n.º 1 - Quando Recebo meus dividendos?


Normalmente os dividendos são pagos após o encerramento do ano fiscal de uma empresa, sendo pagos uma vez ao ano, mas isso pode variar de empresa para empresa assim como a frequência dos dividendos, algumas empresas pagam dividendos semestrais, trimestrais ou até mensais.


A empresa pode não distribuir os dividendos caso decida reinvestir os lucros ou não apresente lucro.



Dica n.º 2 - Quanto eu posso receber de dividendos?


O quantia paga em dividendos varia de acordo com o lucro da empresa e quantidade de ações.


Por exemplo, uma empresa tem 1 milhão de reais para distribuir em dividendos para 100 mil ações, desta maneira cada ação receberá R$ 10,00, e se você tiver mil ações você receberá R$ 10.000,00.


Desta maneira o acionista poderá ter uma rentabilidade sobre o capital investido sem precisar depender da valorização e venda dos ativos.

"O princípio não é você examinar o crescimento do patrimônio, mas sim examinar o crescimento do resultado que a empresa distribui" - Luiz Barsi, um dos maiores investidores do Brasil.

Valorização das ações é um ótimo estímulo para investir no mercado de capitais, só que a distribuição de dividendos aos acionistas é fator-chave para que a Carteira Previdenciária seja sustentável no longo prazo.


Dica n.º 3 - Uma Vantagem dos dividendos.


Uma vantagem dos dividendos é que eles não são tributados, já que a empresa sofre a tributação do lucro antes da repartição dos dividendos.


Dica n.º 4 - O que é Dividend Yield (DY)?


Dividend Yield é um índice criado para medir a rentabilidade dos dividendos de uma empresa em relação ao preço de suas ações.

Para este cálculo divide-se o valor pago em dividendos por ação pelo preço unitário da ação e depois multiplica por 100.


DY% = Dividendos pagos por ação X 100

Valor unitário da ação


Exemplo:


DY% = 1,35 X 100 DY% = 1,32%

102,65


Isso quer dizer que toda vez que você recebe um dividendo desse papel você estará recebendo 1,32% de rendimento sobre o valor investido, desconsiderando a volatilidade do papel.


Dica n.º 5 - Qual a importância de saber o "DY" de um papel antes de investir?


Esse indicador é muito importante na hora de escolher os ativos que iram compor a sua carteira de dividendos, pois com base nele você terá uma noção do seu rendimento, lembrando que ao montar uma carteira você deve considerar outros fatores além do DY, lembre-se de diversificar a sua carteira.


Juros sobre capital próprio (JCP)



Assim como os dividendos, os Juros sobre Capital Próprio são uma forma de distribuição de lucro muito comum entre as empresas de capital aberto e são uma remuneração extra aos acionistas de uma empresa, porém as empresas não são obrigadas a distribui-lo como acontece com os dividendos.






Dica n.º 1 - Por que uma empresa distribuí JCP?


As empresas costumam usar o JCP para reduzir os impostos a pagar, pois ao pagar os JCP, o montante de lucro da empresa diminui ao ser distribuído. Na hora do pagamento de tributos à receita federal, o imposto vai incidir sobre um valor menor, o que diminui a quantidade devida ao governo.


O JCP é considerado como uma despesa da organização, uma vez que é descontado antes do lucro líquido.


Dica n.º 2 - Como funciona a tributação dos JCP?


Os Juros Sobre Capital Próprio possuem uma tributado de IR à alíquota de 15% retido na fonte, isso quer dizer que antes do JCP chegar a sua conta ele já é tributado.



Aprenda na prática com o Ranking do investidor, se cadastre e entre no nesse mundo.


Link: https://rankingdoinvestidor.com.br/portal/sign-in.php


Abraço, investidores!


- Douglas Vieira

23 visualizações0 comentário