top of page
  • Econ360

Entenda o que é uma fintech e as vantagens de abrir conta como PJ

O mundo evolui a cada dia e com o mercado financeiro não podia ser diferente. Com o tempo, as pessoas começaram a entender que os bancos tradicionais já não supriam a necessidade do cliente. E foi neste contexto que investiram em uma solução, cujo o nome veio a ser fintech, para desburocratizar, baratear e tornar as operações bancárias mais práticas.


Entenda o que é uma fintech. | Foto: Unsplash/ Blake Wisz.
Entenda o que é uma fintech. | Foto: Unsplash/ Blake Wisz.

Quer entender melhor o que é uma fintech, além de descobrir as vantagens que elas oferecem para as empresas? Continue a leitura!


O que é uma fintech?


O termo fintech é a junção das palavras inglesas financial e tecnology, que juntas, em português, significam tecnologia financeira. Ou seja, as fintechs são startups, ou empresas, que usam a tecnologia como forma de otimizar produtos financeiros. Assim, trazendo mais praticidade, barateando e desburocratizando os serviços.


De acordo com um estudo realizado pela Distrito, o Brasil tem hoje 742 startups dedicadas a serviços financeiros. Isso só mostra o quanto o meio está crescendo e conseguindo alcançar seu objetivo, que é oferecer uma grande quantidade de produtos financeiros, mais baratos, acessíveis e desburocratizados, tanto para pessoas físicas, quanto jurídicas.


Quais as vantagens para o PJ?


No brasil, o sistema bancário sempre foi problemático, em certos aspectos, para o empreendedor. Principalmente porque, pelo mercado ser concentrado, nas crises os bancos ficam avessos ao risco e acabam fechando linhas de crédito, agravando a crise para os negócios que mais precisam. E as fintechs chegaram para mudar isso.


As fintechs foram desenvolvidas para entregar mais valor por menos custo. Por isso, facilitam a vida do empreendedor e podem aumentar sua lucratividade. Além do que, foram criadas para solucionar problemas, então são focadas nas dores do cliente. Também, é importante destacar que elas entregam diferentes tipos de soluções. Existem desde as que funcionam como bancos digitais, até as que oferecem ferramentas de controle financeiro.


Exemplos práticos


Como exemplo de banco digital, pode-se citar o Banco Inter, uma das fintechs que oferece um tipo de conta exclusiva e gratuita para pessoa jurídica. Onde é possível pagar boleto, fazer TED e até folha de pagamento. Também, tem a Broota, fintech voltada para empresas que querem disponibilizar ações para venda. Bem como, é possível citar a Negocie, ou QueroQuitar, que são focadas em cobrança de recebíveis.


Portanto, o mercado é amplo, e é possível dizer que existe uma fintech para cada necessidade financeira. Elas vieram com o objetivo de desburocratizar e baratear produtos financeiros. Por isso, o empresário deve sempre considerar apostar em uma empresa ou startup do tipo. Seja como banco digital, meio de pagamento, controle financeiro, ou qualquer outra das diversas ramificações.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page